IMAGENS DE CURITIBA - 21

Nesta primeira foto, a encenação de uma peça do Festival de Teatro de Curitiba no Memorial da Cidade, edificação em linhas modernas encravada em meio aos casarões antigos do centro histórico, um dos muitos centros culturais do lugar.

Esta é uma vista geral do Largo da Ordem em domingo de feira. Compare com as fotos que tirei em um dia comum de semana, que estão aqui.

Hoje Curitiba completa mais um aniversário. Desta vez resolvi homenageá-la trazendo imagens da feirinha do Largo da Ordem, um ponto de encontro do curitibano com o turistas que nos visitam, renovado a cada domingo.

Se você vier e só tiver a manhã de um domingo para visitá-la, é o melhor lugar. Ali você encontrará monumentos, história, artesanato, souverines, antiguidades, livros novos e usados, comidas típicas, religião, arquitetura e arte. E verá todos os tipos de curitibano por entre corredores apertados e apinhados de gente entre prédios antigos que abrigam antiquários, galerias de artes e sofisticadas lojas de decoração.

Naquelas poucas quadras é possível visitar as tradicionais igrejas da Ordem e do Rosário, o templo Presbiteriano e a Mesquita da cidade. Também o Memorial da Cidade (teatro e centro de exposições), o Museu Paranaense (que preserva a história do estado e lindíssimas obras de arte), a antiga Caixa D'água de singela arquitetura, o Palácio São Francisco que já foi sede do governo estadual e do Tribunal Regional do Trabalho e monumentos, como o Relógio de Flores, o Chafariz do Cavalo e o obelisco em homenagem a Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, que encerra a Rua Barão do Serro Azul ao lado da Catedral Basílica.

E pode-se experimentar da gastronomia dos muitos imigrantes, ou nas barracas armadas todos os domingos, ou em restaurantes como o do Bar do Alemão ou do Solar do Rosário.

É uma pequena Curitiba que se reúne a cada 7 dias no centro histórico, dando ao turista um espetáculo de artes populares e eruditas, um mini mundo, um pequeno resumo da complexa metrópole de 3 milhões de habitantes.

Com essas imagens homenageio novamente a linda Curitiba, de muitos defeitos e qualidades, mas a minha terra.

Notem o aspecto interessante do conjunto das barracas da feira com o lindíssimo templo muçulmano. Por vezes, pode-se pensar que é uma foto do Oriente.


A fachada do Palácio São Francisco, lugar da feira reservado aos artistas plásticos que expoem e vendem seus quadros.

Na feirinha se reune um conjunto de chorinho, que dá o toque musical ao lugar. Também há outros músicos que se apresentam ali eventualmente, mas este conjunto é o mais tradicional, aquele que as pessoas param para ouvir.

Visão das barracas de antiguidades e livros antigos.

Imagem do obelisco em homenagem a Nossa Senhora da Luz dos Pinhais, numa das extremidades da feira, final da Rua Barão do Serro Azul.

Todas as fotos são de minha autoria, o uso na internet é livre, citadaa fonte.

Clique sobre elas para ampliar.