PORTO UNIÃO E AS VIAS FÉRREAS NO BRASIL

Neste fim de semana visitei as cidades de Porto União/SC e União da Vitória/PR, que foram divididas quando da questão do Contestado, muito embora sejam um único aglomerado urbano.

Meus amigos de lá me disseram que a linha férrea que cruza a cidade e demarca as divisas entre Paraná e Santa Catarina, era, há 40 anos, internacional, pois levava cargas e passageiros de São Paulo até o Uruguai e de lá, até a Argentina. O tempo passou e ficou a lindíssima estação ferroviária das fotos, com a Maria-Fumaça que resiste ao tempo e apenas uma, das duas linhas originais do trem.

Divaguei do por que de abandonar as linhas férreas desse jeito, e recebi uma resposta para pensar: houve um lobby colossal da indústria automobilística, incluindo a de pneus e a de petróleo, para acabar com as estradas de ferro e privilegiar o caminhão, com o trágico resultado do atraso do transporte ferroviário brasileiro, que seria a solução para a maior parte dos gargalos de logística que temos.

Deixo as fotos das cidades, a linda estação ferroviária, a maria-fumaça e a ponte de arcos sobre o Rio Iguaçú. Belas cidades, ambas com mais de 100 anos de existência:

Fachada da estação, na divisa entre os municípios, é simétrica, dois lados iguais.


A gare, em arquitetura arrojada.


A maria-fumaça.






Ponte dos arcos.


PS: Clique nas fotos para aumentá-las.
PS2: A data das fotos está, obviamente, errada!