MIL VIVAS A GUSTAVO KUERTEN!


Ontem ocorreu um encontro memorável entre dois ícones do esporte, o idolatrado André Agassi, ícone do tênis nos EUA, e o nosso Gustavo Kuerten, o Guga, o maior tenista da história do esporte no Brasil.

Sou fã do Guga, tenho tanta admiração por ele quanto tenho por Pelé e mesmo pelo Coritiba Foot Ball Club.

Trata-se de um esportista como poucos na história da humanidade, capaz de aliar o alto desempenho profissional nas quadras com a simpatia do garoto surfista que frequenta o estádio da Ressacada para torcer pelo Avai, e a genialidade de seus "aces" com a humildade de prestar reverência ao seu ídolo Björn Borg, que lhe entregou o troféu da primeira conquista em Roland Garros.

Aquela imagem dele fazendo mesura reverente ao astro, ficou marcada na minha memória como um dos momentos mais belos do esporte brasileiro. Naquele momento, Guga era um fenômeno brasileiro vindo do nada, recebendo a taça de uma representação viva do próprio esporte.

E mais que isso, Guga é o garoto-familia que entregava os troféus para o irmão deficiente, e que idolatra o treinador Larry Passos como um segundo pai, acima das vaidades e das cifras milionárias do circuito profissional do tênis.

E por fim, o cidadão com alta responsabilidade social, que promove programas que beneficiam o bem estar de crianças.

Gustato Kuerten, o Guga, merece cada uma das muitas homenagens que recebe. A cada vez que ele levanta sorridente para dar um autógrafo, a cada honraria como a cidadania honorária do Rio de Janeiro, e cada vez que é cantado como o maior dos tenistas brasileiros, estamos prestando reverência a este "manezinho da ilha", o florianopolitano que conquistou o mundo, mas nunca deixou de lado a simplicidade e a simpatia que só os gênios absolutos preservam.

Ontem, o que menos importava era o resultado. Importava ver a festa dos gênios e seus sorrisos estampados nos rostos de atletas que tiveram o mundo aos seus pés, mas que se contentam em alegrar o público fazendo caridade.

André Agassi é ídolo nos EUA, Guga é ídolo no Brasil... mil vivas a Gustavo Kuerten!!!