IMAGENS DE CURITIBA - 12

Próximo ao Centro Cívico e praticamente na mesma área verde que abriga o Museu Oscar Niemeyer, existe em Curitiba o Memorial da Imigração Polonesa, comumente chamado de Bosque Polonês ou Bosque do Papa, vez que foi parte do roteiro da visita de João Paulo II, quando esteve em Curitiba.

É a reprodução de uma vila de imigrantes, com suas casas rústicas erguidas em madeira encaixada, que abrigam uma loja de souvenires, uma capela onde o "papa do povo" rezou uma das missas em Curitiba e um museu, que homenageia os imigrantes e também o saudoso Carol Wojtyla.

A primeira foto é a entrada do parque. À esquerda, antes da ponte, há uma confeitaria que vende doces típicos poloneses, que eu recomendo.




Esta é a capela, uma das várias casas típicas polonesas que existem no local.






As duas fotos que seguem, são detalhes das janelas, por fora, e por dentro a partir da casa que abriga a loja de souvenires.












Única parte do acervo do museu que é possivel fotografar, os utensílios usados pelos imigrantes, num estábulo que é parte do complexo.




As fotos que seguem, são de monumentos em homenagem a dois dos mais famosos poloneses da história, Nicolau Copérnico, estátua que foi inaugurada quando da visita do também histórico presidente polonês, Lech Walesa,e, claro, a de outro bravo soldado da democracia, o papa João Paulo II.



















Estas fotos não saíram com a qualidade desejada, porque eu estava inaugurando minha nova câmera e ainda não havia entendido boa parte de seus recursos. Aliás, não entendo até agora.

No mesmo local, ainda há a sede de um núcleo escoteiro, com outro belo monumento de autoria do curitibano Poty Lazarotto que, de tão apaixonado pela cidade, deixou suas marcas espalhadas por ela, algumas das quais já mostrei aqui, mas que serão objeto de um Imagens de Curitiba especial, em homenagem ao grande artista plástico.

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIÁ-LAS.

USO LIVRE DA INTERNET, CITADA A FONTE.