BÓRIS IELTSIN

Mesmo tendo sido o péssimo presidente que foi, Bóris Ieltsin não deixa de ser um herói da história da Rússia e uma das grandes figuras políticas do século XX.

É preciso coragem para encastelar-se em um parlamento sitiado e liderar uma população para evitar um golpe de Estado perpetrado por pessoas que pretendiam manter um sistema político falido, onde milhões viviam sem liberdade para sustentar uma casta de nababos camaradas.

É preciso coragem para enfrentar uma coluna de tanques e discursar ao ar livre sabendo do risco de ser morto por um atirador qualquer devidamente encomendado.

É preciso coragem para ser democrata numa situação assim.

É preciso coragem para admitir a morte de um sistema político e enfrentar o desafio de adequar um país à realidade, mesmo quando se faz isso errando muito a ponto de entregar partes da economia daquele país para mafiosos.

A prova de que ele caminhou na direção correta é a Rússia de hoje, país emergente e que a cada dia reconquista um pouco sua antiga condição de superpotência.