Pular para o conteúdo principal

PRA QUE SERVE CADASTRO BANCÁRIO?


Uma vez a cada 3 meses o banco com que trabalho me cobra uma tarifa de cadastro sem sequer me ligar pedindo para conferir meu endereço.

Ou seja, eu posso manter minha conta-corrente, mudar para a China e fazer operações via internet que o banco não está nem aí. E se eu resolver sacar todo o dinheiro do cheque especial, mais um empréstimo facilitado que eles oferecem no extrato (que o banco não manda para minha casa alegando motivos ecológicos, mas cobrando tarifa do mesmo jeito)e não devolver (afinal, morando na China e sem vontade de voltar, seria uma idéia tentadora) a instituição sequer terá meu endereço para ameaçar uma cobrança.

É estranho, uma vez a cada três meses me cobram uns 7 ou 8 reais, mas tenho certeza que um dia meu gerente veio com um papo bacana de que eu pagaria uma tarifa única por todos os serviços, embora dali há 3 meses, já veio a primeira tarifa de cadastro. Daí penso em reclamar com o ele, mas lembro que isso não adianta, afinal, ele está ali, é simpático, bem vestido, mas não serve para absolutamente nada!

Para que falar com alguém que não pode negociar nem o valor das tarifas que me cobram, muito menos a taxa de juros se eu pedir um empréstimo?

Toda minha vida financeira, passei com o mesmo banco. Quando fiz empréstimos nele, devolvi no prazo e não discuti a taxa de juros. Nunca emiti um cheque sem fundo. Nunca tive um cheque meu devolvido por razão alguma. Tenho investimentos na instituição. Meu patrimônio cobre várias vezes os pequenos empréstimos que as vezes pleiteio mas... PAGO A MESMA TAXA DE JUROS QUE UMA PESSOA QUE ABRIU A CONTA ONTEM!!!

Mas vamos mais longe. Gerente de banco brasileiro ensaia ter alguma utilidade quando o correntista tem dinheiro a aplicar. Mas daí, uma pessoa um pouco mais instruída decide por si mesma os investimentos que vai fazer, ou contrata um corretor, pois o gerente, é invariável, sempre oferecerá o melhor produto para o banco!

Meu gerente vivia me oferecendo títulos de capitalização, mas nunca fazia menção a uma outra aplicação do mesmo banco, que eu descobri que dá um rendimento um pouquinho melhor. Quando perguntei para ele qual a vantagem do título de capitalização em relação àquela aplicação, ele pigarreou, ficou vermelho e sem ar e me respondeu que com o título, eu concorro todo o mês a prêmios em dinheiro. Só esqueceu de dizer algo que descobri nas letras miúdas de um contrato, que no título, não posso sacar o dinheiro livremente, sob pena de pagar uma multa de até (pasme!) 20% do valor da aplicação!

Enfim, meu caro leitor. Cadastro bancário e histórico de relacionamento bancário não servem para absolutamente nada!

Para o sistema nacional de agiotagem (ops, sistema financeiro nacional, perdoem!) você é apenas um número. Não importa se você é bom cliente e pagador. Não importa se você conhece o gerente ou o diretor do banco. Não importa que sua vida seja permeada de boa-fé e que seu patrimônio garanta duas operações financeiras. Você é apenas o correntista número "x", cujo saldo hoje é credor, mas amanhã pode ser devedor e, quando for devedor, você (e só você) será o responsável pelo maior spread bancário do mundo, porque, estando com saldo devedor, é mau-pagador, e mau-pagador equivale a risco, e risco possibilita aos bancos cobrarem até 12% de juros ao mês quando a taxa básica anual é de 13,75%!

Postagens mais visitadas deste blog

O DISTRITÃO NÃO SOLUCIONA, MAS É MELHOR DO QUE HÁ HOJE

Existem dois tipos de eleitores no Brasil. O consciente, que vota naquilo que o candidato representa (para o bem ou para o mal), e o conivente, aquele que troca o seu voto por alguma benesse, ignorando as falhas gritantes do candidato.
Aqui, em Rio Branco do Sul, se um indivíduo não gastar no mínimo uns 100 mil reais não tem chance alguma de se eleger vereador. Quando meu pai foi candidato, 40 anos atrás, todo dia tinha fila na porta de casa, de gente pedindo dinheiro, cachaça, carona para ir para Curitiba, traslado para levar a mãe na benzedeira, contribuição para churrasco, material de construção, etc... e isso foi bem além da campanha, uns 10 anos depois ainda tinha gaiato dizendo que votou nele, emendando isso com pedido de trocados para gastar no boteco, e isso que não foi eleito, nem tentou de novo depois.
Moral da história: as campanhas eleitorais não são caras porque os candidatos querem gastar, elas são caras porque boa parte do eleitorado é corrupto e desonesto. E num ambie…

VIRAR PESSOA JURÍDICA PODE PREJUDICAR SUA APOSENTADORIA

Nestes tempos em que se discute com 15 anos de atraso uma reforma previdenciária profunda que ataque um dos dois principais problemas fiscais brasileiros, o déficit crescente do INSS (o outro é a conta absurda de juros), não deixa de ser importante discutir o efeito de transformar o empregado em pessoa jurídica.
Para nós, contabilistas, é o melhor dos mundos. O empregado de certa empresa vira pessoa jurídica, nós recebemos os honorários de tabela e ele ainda desconta 11% (quando somos pessoas físicas) do valor que é nossa contribuição previdenciária. Mas para o ex-empregado as coisas não são assim tão simples.
Quando você aceita virar pessoa jurídica, imediatamente tem de pensar em como ficará sua aposentadoria. Um empregado que ganhe R$ 15 mil mensais, contribui para o INSS pelo máximo da tabela, ou seja, ele está pagando para, quando completar o tempo e a idade, aposentar-se com um valor de aproximadamente R$ 5 mil por mês, talvez um pouco menos dependendo de sua média de contribui…

O ADEUS AO MAIOR DOS COXAS

"...não deixem que o Coritiba caia para a segunda divisão. Faça essa diretoria montar um time forte. Ano que vem o Coritiba completa 100 anos e precisa estar disputando o título brasileiro. Montem um time forte. Pensem grande. Lá do céu vou comemorar junto com vocês... "Abro o Coxanautas e vejo a notícia triste, o falecimento do maior dos Coxas.

Evangelino da Costa Neves, o "Chinês", veio de São Paulo e se apaixonou pelo Coritiba, clube pelo qual praticamente deu sua vida com esforço e dedicação como o de quem constrói o futuro de sua própria familia.

Digo aos meus leitores e lembro aos Coxas mais jovens as grandes conquistas deste homem incomum para nós Coritibanos: Construção do estádio Couto Pereira, Campeão Brasileiro, Campeão do Torneio do Povo(*), Fita Azul na Europa e 12 vezes campeão paranaense. Mais conquistas? Eu posso listar: Dirceu, Kruger, Kosilec, Luis Freire, Eli Carlos, Aladim, Manga, Duílio, Tobi, Tostão, Rafael Camarota, Dida, Edson, etc... é prec…