A MÃE DE TODOS OS ME-MES: BLOGS QUE ME DEIXAM PUTO!

Numa iniciativa corajosa, nunca dantes aventada, David e Ricardo resolveram chutar o pau da barraca e eleger os blogs mais chatos da internet, desde, claro, que eles não precisem visitá-los.

E de vítima em vítima indicada para listá-los, acabei recebendo o encargo da Adriana. Como corre um boato segundo o qual, quem negar-se a indicar tais blogs será acometido da mãe de todas as pragas, algo como ser obrigado a assistir um show da Kelly Kay com pré show do Junior (o irmão da Sandy), melhor não contrariar. Lá vão os blogs que me deixam puto, sem link, porque meus leitores não merecem:

Guilherme Fiúza em NoMínimo. O Guilherme até é gente boa, escreve bem e tem opiniões sensatas, embora eu nem sempre concorde com elas. O problema não é ele, são uns comentaristas esquerdofrênicos com problemas sexuais sérios, incapazes de entender que certos assuntos não se referem à constante luta deles da direita X esquerda, confundida como um embate supremo entre o demônio liberal e o arcanjo social Gabriel. Horrível! Tirando as lindinhas da Shirlei, Malu e Letícia, e mais alguns comentaristas legais, sobra um bando de imbecis mal-educados necessitados de um bom psiquiatra para curar suas taras sexuais e entender que o comunismo morreu.

Zé Dirceu. A deputada Zulaiê Cobra Ribeiro definiu com precisão: nasceu arrogante!

O Jegue Vermelho. O Glênio Gangorra é muito, mas muito chato! Os demais integrantes do site também são chatos, embora menos que o Glênio, o chato-mór. Seus comentários no meu blog são chatos e repetidos e alguém precisa informar a eles que o Joseph Stálin foi ao diabo faz bastante tempo.

É, é isso...

PS:

1. Nada contra os me-mes normais, aqueles que homenageiam e brincam com a internet. Eu me sinto honrado sempre que sou indicado para algum prêmio virtual desses e agradeço de todo o coração a quem me indica.

2. Viajando, não pude participar da mãe de todas as blogagens coletivas, a morte do anão! Desejo meus sinceros pêsames, uma boa idéia que não vingou... coisas da vida!