Pular para o conteúdo principal

EM DEFESA DA GENTE COXA-BRANCA

Frequento estádios desde os 6 anos de idade, portanto, há mais de 34. Sempre torci pelo Coritiba em paz, sem agredir ninguém e sequer aventando qualquer ato violento.

E como eu são milhares de pessoas que agem do mesmo jeito.

O que tenho lido e visto nos últimos dias, de gente acusando todos os Coxas-Brancas de violentos e criminosos é revoltante e desproporcional, na exata medida em que todos os grandes clubes de futebol do país têm torcedores envolvidos em atos violentos.Um blogueiro do Globo.com chegou a afirmar que todos os Coxas-Brancas aplaudem a violência e a incentivam, todos são cúmplices dos atos errados dos membros marginais da torcida organizada Império ALvi-Verde, sem, claro, olhar para o próprio umbigo e ver o que acontece nas organizadas do clube dele.

Ou será que os dois mortos no Rio de Janeiro na festa de campeão do Flamengo foram assassinados por Coxas-Brancas? E os incidentes pós-jogo de Santos e Cruzeiro, foram Coxas-Brancas que promoveram?

Seriam Coxas-Brancas os indivíduos que no Atle-Tiba do segundo turno do brasileirão de 2008 arrancaram grades do estádio Couto Pereira e as exibiram como troféus? Ou ainda, seriam Coxas-Brancas os indivíduos que, no espaço dedicado à torcida rubro-negra, enfrentaram a polícia com paus e pedras na mesma ocasião?

Foram Coxas-Brancas que mataram um rapaz numa final de campeonato de juniores em São Paulo, anos atrás?

No jogo de domingo, algo em torno de 50 marginais adentraram em campo e foram filmados praticando delitos. Mas a mídia esqueceu de anotar as provocações feitas pela torcida do Fluminense (bexigas cheias de urina atiradas contra a torcida do Coritiba) e esqueceu de salientar que o time carioca atrasou o início do jogo em 10 minutos no primeiro e 8 no segundo tempo, com intenção clara de acirrar os ânimos e deixar tanto a torcida quanto o time do Coritiba nervosos.

O engraçado é que atos violentos e omissivos se sucedem no futebol brasileiro. Em 1992, morreram 3 pessoas num desabamento no Maracanã superlotado. Nem o Flamengo, nem o Botafogo foram punidos na ocasião. Em 2000, houve mortos e feridos em São Januário superlotado, até hoje não se sabe de punição contra o Vasco da Gama. E ano passado torcedores do Corinthians fizeram o diabo num jogo contra o River Plate, também não aconteceu nada com o time paulista. Em 2005, o ônibus da delegação do Coritiba foi invadido por torcedores do Vasco da Gama, que agrediram atletas e dirigentes. Nenhuma punição adveio, nem da justiça comum, nem da justiça esportiva para o Vasco da Gama. No estádio Arena da Baixada, que sediará a Copa do Mundo, torcedores dos dois clubes trocaram bombas no primeiro turno do brasileirão deste ano, fato comum, sendo que os torcedores do clube rubro-negro já chegaram a depredar as instalações da mesma praça esportiva, quando perderam uma final de paranaense para o Coritiba em 2004. Pelas bombas, Coritiba e Atlético foram absolvidos no STJD.

É claro que o Coritiba DEVE e PRECISA ser punido, porque vender ingresso a preço de banana foi uma das causas da tragédia. Encher o estádio de punguistas, bêbados, drogados e todo tipo de marginália que só entra em eventos assim quando é quase de graça airrou os ânimos. Houve um processo temerário que impõe, sim, a punição do clube dentro dos parâmetros legais, mas não além deles.

Mas porque só o Coritiba? Porque só agora se defende a punição exemplar? Porque eu, uma pessoa honesta e pacífica, tenho que ser pintado como marginal violento apenas por ser Coxa-Branca?

Curitiba é uma cidade violenta. A imagem de capital modelo e povo educado não condiz com sua realidade. Todas as vezes que as torcidas do Coritiba e do Atlético se encontram nas ruas, há brigas, trocas de bombas e problemas sérios. Falta policiamento (e dentro da polícia falta efetivo, equipamentos e ações de inteligência) e há bolsões de miséria e violência pela cidade, onde a impunidade grassa, em face de um Judiciário incapacitado e leniente, igualzinho ao do resto do Brasil.

Se existe pressão da FIFA para solucionar o problema curitibano de violência, contactem antes o governador do estado, mas não culpem milhares de pessoas honestas pelos atos de algumas centenas de marginais travestidos de torcedores, porque marginal é marginal, não depende da opção futebolística para praticar atos de barbárie.

Postagens mais visitadas deste blog

O DISTRITÃO NÃO SOLUCIONA, MAS É MELHOR DO QUE HÁ HOJE

Existem dois tipos de eleitores no Brasil. O consciente, que vota naquilo que o candidato representa (para o bem ou para o mal), e o conivente, aquele que troca o seu voto por alguma benesse, ignorando as falhas gritantes do candidato.
Aqui, em Rio Branco do Sul, se um indivíduo não gastar no mínimo uns 100 mil reais não tem chance alguma de se eleger vereador. Quando meu pai foi candidato, 40 anos atrás, todo dia tinha fila na porta de casa, de gente pedindo dinheiro, cachaça, carona para ir para Curitiba, traslado para levar a mãe na benzedeira, contribuição para churrasco, material de construção, etc... e isso foi bem além da campanha, uns 10 anos depois ainda tinha gaiato dizendo que votou nele, emendando isso com pedido de trocados para gastar no boteco, e isso que não foi eleito, nem tentou de novo depois.
Moral da história: as campanhas eleitorais não são caras porque os candidatos querem gastar, elas são caras porque boa parte do eleitorado é corrupto e desonesto. E num ambie…

VIRAR PESSOA JURÍDICA PODE PREJUDICAR SUA APOSENTADORIA

Nestes tempos em que se discute com 15 anos de atraso uma reforma previdenciária profunda que ataque um dos dois principais problemas fiscais brasileiros, o déficit crescente do INSS (o outro é a conta absurda de juros), não deixa de ser importante discutir o efeito de transformar o empregado em pessoa jurídica.
Para nós, contabilistas, é o melhor dos mundos. O empregado de certa empresa vira pessoa jurídica, nós recebemos os honorários de tabela e ele ainda desconta 11% (quando somos pessoas físicas) do valor que é nossa contribuição previdenciária. Mas para o ex-empregado as coisas não são assim tão simples.
Quando você aceita virar pessoa jurídica, imediatamente tem de pensar em como ficará sua aposentadoria. Um empregado que ganhe R$ 15 mil mensais, contribui para o INSS pelo máximo da tabela, ou seja, ele está pagando para, quando completar o tempo e a idade, aposentar-se com um valor de aproximadamente R$ 5 mil por mês, talvez um pouco menos dependendo de sua média de contribui…

O ADEUS AO MAIOR DOS COXAS

"...não deixem que o Coritiba caia para a segunda divisão. Faça essa diretoria montar um time forte. Ano que vem o Coritiba completa 100 anos e precisa estar disputando o título brasileiro. Montem um time forte. Pensem grande. Lá do céu vou comemorar junto com vocês... "Abro o Coxanautas e vejo a notícia triste, o falecimento do maior dos Coxas.

Evangelino da Costa Neves, o "Chinês", veio de São Paulo e se apaixonou pelo Coritiba, clube pelo qual praticamente deu sua vida com esforço e dedicação como o de quem constrói o futuro de sua própria familia.

Digo aos meus leitores e lembro aos Coxas mais jovens as grandes conquistas deste homem incomum para nós Coritibanos: Construção do estádio Couto Pereira, Campeão Brasileiro, Campeão do Torneio do Povo(*), Fita Azul na Europa e 12 vezes campeão paranaense. Mais conquistas? Eu posso listar: Dirceu, Kruger, Kosilec, Luis Freire, Eli Carlos, Aladim, Manga, Duílio, Tobi, Tostão, Rafael Camarota, Dida, Edson, etc... é prec…