O IMPERADOR DO PARANÁ

Roberto Requião remanejou o primeiro escalão da administração do Paraná. Nomeou como secretários especiais a sua esposa e seu irmão, como forma de adequar a sua administração ao que provavelmente determinará a súmula do STF, sobre o nepotismo.

Quanto aos muitos demais parentes dele empregados na administração estadual, só após a edição da súmula haverá decisão.

Enfim, tudo como dantes, no quartel de Abrantes.